Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Há tempos que me sinto infeliz;
E também não me vem inspiração para escrever.
Mas hoje escreverei o que sinto:
O tempo passa rápido de mais,
E com ele um sentimento que se foi.
Esse que me parte o coração,
Quando recordo o passado.
Do que não deveria ter acontecido.
Há tempos que sofri, chorei,
Na verdade me humilhei.
Será que o tempo foi cruel?
Ou este tempo ainda me reserva algo prazeroso?
Digo, não sei!!!
Ás vezes pensar demais me deixa meio louco!
E tento não enxergar o obvio.
A verdade que se encontra em minha frente.
Minha mente confusa se nega a acreditar, aceitar.
Os sorrisos foram embora do meu rosto;
As lagrimas secaram.
Observo no velho espelho.
Meus olhos secos e vermelhos,
Minha face já não é mais a mesma.
Porque noites de sono perco por pensar de mais.
Meus olhos mostram a imagem crua de minha pessoa.
Um ser triste, angustiado e esquisito;
Aos olhos de quem não me conhece.
Ás vezes perguntam porque estou assim!?
Repito, não sei!!!
Já fiz de tudo para encontrar essa tal felicidade!
Achava ter encontrado um dia desses.
Amei como nunca em minha vida;
Mas tudo acabou;
E por fim me deparei com a solidão.
Meus dias já não são mais os mesmos.
Sinto isso...
Tudo que tenho em vida são poucos amigos,
Alguns livros, um violão,
E este pequeno recanto.
Que para mim é especial.
Já sem meias palavras;
Continuarei por aqui!
Mesmo sem belos versos,
Sem rimas,
E sem inspiração.


Paulo Henrique Oliveira
Enviado por Paulo Henrique Oliveira em 24/06/2009
Reeditado em 24/06/2009
Código do texto: T1665400

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Paulo Henrique Oliveira
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 34 anos
321 textos (26038 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/10/20 12:21)
Paulo Henrique Oliveira