Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Penosa dor

Comecei a perceber quais eram os tantos motivos que me faziam amá-lo. Tu me acompanhavas até a saída da escola, falavas comigo todos os momentos, me davas atenção demasiada, enquanto isso, eu ia gostando de ti. Nossas brigas quase nunca tinham um sentido claro, mas eram por uma só causa: ciúmes. Mas tais atitudes não o diferenciavam, não deixavam explícitos os teus sentimentos por mim, seria só amizade ou tudo besteira? Sendo assim, te amei muito. Fiz os meus dias mais quentes, meu peito ardia no tatear da tua chegada, minha cabeça e o meu sorriso já não se controlavam. Tudo o que me fez te amar, agora, começou a ser claro, a soar estranho, e começou a doer. Mais uma vez, me pus contra a parede. Mas uma vez, devotei-me e me magoei. Entre poucas horas, alguns lenços e uma vocação desenfreada para o amor, vou paginando muitos amores e histórias. E de tão longo laço e tão dormente, insisto em ressalvar-lhe, numa esperança que não finda.
Souzalli
Enviado por Souzalli em 24/08/2010
Código do texto: T2457462

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Souzalli
Curitiba - Paraná - Brasil
70 textos (2498 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/03/20 08:22)
Souzalli