Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dor de amor

Quem busca um amor para se sentir feliz e realizado, para encontrar a felicidade, tem, quase sempre, amargas decepções.

È muito raro acontecer a reciprocidade.

Em geral um ama - o outro deixa-se amar. Aí está a receita para a infelicidade.

Duas pessoas, amando-se com a mesma intensidade e unindo suas vidas, em plena felicidade...
Isso é sonho de poeta, é conto da Carochinha.

Na vida real o que se vê são desencontros, exploração de sentimentos, jogos de interesses, desrespeito, egoismo, ufanismo...

Assim como se evitam  vícios, convém ter certas precauções sobre o amor:
O fumo, o álcool, as drogas... propiciam momentos de felicidade - embora o dia seguinte seja amargo e o custo muito caro.
O amor também, começa com doces promessas  e expectativas, que a longo prazo, podem  esboroar-se como castelos de areia.

Leva-se anos, com hercúleo sacrifício,  para erradicar um vício.
Assim também, pode-se levar muito tempo, para minimizar a dor que restou, após algum tempo  de efêmera felicidade, oriunda do amor.

Amar e ser amado - tesouro quase impossível de ser encontrado.

Se você descobrir  essa jóia rara, guarde-a  a sete chaves - pois há excesso de procura para uma ínfima probabilidade...


Serelepe
Enviado por Serelepe em 26/01/2007
Código do texto: T359775


Comentários

Sobre a autora
Serelepe
Curitiba - Paraná - Brasil
552 textos (41025 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 07:44)
Serelepe