Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


POETAS E POETISAS...


( prosa poética )


...Escrevem por vezes sensações perdidas no tempo...
Somos os autênticos escritores de sentimentos,
inegável isto!

Sem métrica às vezes, não importa; -
mas com enorme profusão em absorver
e escrever passado,
presente e ousando por vezes um pouco mais além,
se permitindo expressar e sonhar,
fazendo-se sentir pela escrita!


Não importando a causa ou quem;
poetar é escrever o que se sente no momento...
O que se deseja...
O que se permite sentir sem culpas...
A quem ama ou está por ele ou ela apaixonado...

Clamar por algo ou alguém...
Retratar seu próprio ser no estado latente
que ora se encontra...Um dom da escrita!

Os versos são contingências de
sensações que apenas o poeta/poetisa têm a convicção
e a lúcidez, sem pragmatismos ou receios de escrever!...
Se permitir...
Escrever sentindo:
uma verdadeira dádiva!


Impõe influência e opinião,
requer responsabilidade mas sobretudo 
sentimentos sinceros de punho
e verdadeira sensação!


Uma das vertentes da escrita...
















 agradeço opiniões
e/ou interações





interação escritora e poetisa:

Zuleika dos Reis


Se permitir expressar e sonhar
é o que cabe ao poeta.

Ainda lhe faltando a liberdade,
ainda faltando-lhe todas as liberdades
o poeta tem direitos,
não pode ser prisioneiro
de espécie alguma de grade;
que se ao poeta
não restar sequer esta;
a de dizer o que sente
ou o que pretende sentir
não resta mais nada
eu diria, nada por que se viver
mesmo quando a vida é precária
e não se consegue a si mesmo
muito menos a si mesmo
coisa alguma prometer...


















Interação, querida poetisa :

veralis


Não importa

o feio, o tosco o incompleto!
o poeta tem o dom de aperfeiçoar
o objeto do seu desejo.

A alma poeta cria a partir de uma inexistência.
Basta que sinta, então, retira do caos.
A palavra adquire vida própria.

Num legado imortal.
O poeta se eterniza!
E o tempo Perde a validade!
O poeta é um ser a parte,
criado pela divindade.



















Interação, poetisa:

Adria Comparini


(TEXTO da autora em sua página:
< MINHA MUSA NÃO MORREU>



A VERDADEIRA MUSA


De onde vem toda nossa inspiração?
De que fonte brotam tantos versos?
Será que vem de alguém neste Universo?
Ou virá de dentro, qual âmago da emoção?

Se acaso alguma dolorosa adversidade
Levasse aquele ser que nós admiramos
E que de certa forma nós louvamos
Como se fossem heróis ou divindades?

Ah! por algum tempo iríamos pranteá-los,
Sentiríamos tristeza e alguma depressão,
Verteríamos lágrimas, gemidos, muita dor.

Mas depois, nós certamente sorriríamos...
E a inspiração voltaria ao coração
Pois a nascente do poeta é O Amor!


















Interação, poetisa:

 Isis Inanna



Frente e verso,
todas as fases
até o reverso..

O poeta é do Universo
e do céu estrelado

faz seu telhado,
as chuvas são gotas de orvalho,
as lagrimas formam rios e atalhos..

Qual historia..
sabedoria,
fantasia..
seu assoalho.

















Interação,
querida poetisa:



Lu Martins

(LUCIMEIRE)

101672-mini.jpg
 
Oi querido amigo!!  Vim trazer-te meu bom dia,
meu sorriso e minha interação ...
              Bjus senhor ministro do sorriso mais bonito!!! ... =D
 


POETAS NÃO SÃO HOMENS

A regra é clara: Todos os homens são iguais.
Mas poetas não são homens,
são seres sobrenaturais.

O poeta é aquele que te abraça sem tocar
e enxuga toda lágrima num suave versejar.

O beijo do poeta tem sabor de hortelã
ele te recebe e te acolhe num perfeito verso divã.

Amor de poeta é puro e verdadeiro
poeta não se divide, se dá por inteiro.

O poeta é um alguém em quem se pode confiar
e onde quer que estejas, estará pronto para amar.

Coração de poeta é exatamente aquele que queres
tem espaço para amigos, leitores, para homens e mulheres.

Poeta é um ser que amará eternamente
porque promete isso nos versos,
e poeta nunca mente!



Lu Martins

















Interação em poetrix: poetisa:

SanCardoso

LEIAM À PÁGINA DA AUTORA:
"A Folha e a Pena" e "Poeta"-poetrix.


POETA

A versejar o seu talento.
Extravasa o seu sentimento.
Que urge a todo o momento.























Interação, poetisa -

LUISELLA



VERSOS

A beleza e o perfume da flor
encantam o poeta, o trovador
que assim esquece de sua dor
e aprende que, nessa vida,
todas as coisas são feitas por amor,

sem nenhuma obrigação,
sem nada a se impor,
a não ser essa explosão
de sentimentos que acaba com a razão,

deixando todas as emoções voarem,
em versos, nas páginas em branco,
tais quais borboletas multicores
pousando-se nas flores.
















 
Facuri
Enviado por Facuri em 14/07/2012
Reeditado em 05/08/2015
Código do texto: T3777930
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Facuri
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
840 textos (175990 leituras)
2 áudios (757 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/08/20 13:59)
Facuri