Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

É hora de Rfletirmos com Calma.

Escrevo este texto baseado em minhas reflexões íntimas, em busca da Verdade, aliás assim como ocorre com o ser humano em geral, em sua eterna busca do Caminho.
                                                                             
   Há filosofias, seitas e religiões nos dizendo como devemos agir; que atitude devemos tomar em face disto ou daquilo; como pensar sobre tal ou qual questão; enfim nos dizendo como ser ou como não ser agir e reagir. Como não abraço nenhuma delas em particular e também não condeno qualquer que seja me considero Livre para expressar meu modo de pensar a todos e a qualquer um que dele queira saber.

   Umas nos dizem que devemos aceitar passivamente e com resignação toda e qualquer ação em relação à nossa pessoa, seja ela boa ou não, pois é esta a vontade de D’us ou nosso destino, dependendo tão somente da forma pela qual se apresente quem ou o que o diz. Outras falam de forma contrária e dizem que temos de reagir às ações sofridas ou visando a nossa pessoa e dependendo do tipo de ação ou intenção, até mesmo de forma violenta, se nos for dolorosa ou prejudicial. Eu, não discordo ou concordo, só e simplesmente penso de forma diferente.

Somos criaturas emanados a imagem e semelhança do Criador e as quais Ele, em sua total e infinita sabedoria deu o Dom de pensar, seria este dom dado por um capricho? Um Ser de tão alta ou total sabedoria faria este tipo de coisa? Decididamente não! Ele nos dá este dom para que o usemos e com ele cheguemos a melhor compreensão dos nossos conhecimentos e experiências. Desta parcela retiramos as partes coerentes para serem usadas e as incoerentes para serem evitadas em nossos atos, mas  aplicadas na compreensão daqueles que, seja lá pelo que for, as usam em suas atitudes e pensamentos.
O próprio criador fez o conceito de justiça, e eu aprendi que, aplica-o em todos e para todos da mesma forma e usando os mesmos valores. A única coisa que varia é o próprio conceito do que venha a ser a justiça e depende da crença ou filosofia que se tem ou se segue como correta.
Sendo assim e como Seus semelhantes devemos ser justos, mas o que seria ser justo? Dizem e demonstram em seus exemplos os grandes Iluminados que  ser justo vem da correta aplicação do rigor (da Terra) e da misericórdia (do Céu) - em outras palavras, do equilíbrio – não da violência e nem da complacência, mas do ponto médio nasce a justiça, a qual para se tentar alcançar, deve ser pensada, sentida e finalmente pesada; ai e só ai sim aplicada. Cá entre nós, coisa difícil de ser alcançada pela maioria dos seres humanos.
Há religiões, seitas, filosofias, sociedades ou seja como se auto-denominem, algumas tão antigas como o  conhecimento humano, quiçá até mais, outras tão novas quanto uma criança inocente, umas tão conhecidas quanto o fogo e algumas mesmo tão desconhecidas que chegam a ser secretas. Todas colocam sua verdade como sendo única, seu modo de agir e os ensinamentos que apresentam como o certo, sejam eles de guerra ou de paz, mas o fato é que cada qual está adequada ao seu tempo e a sua realidade social. Será justo julgar? Ou o mais certo é o respeito, sejam prós ou contrários aos nossos os seus ensinamentos?
Como nada prego nem defendo, deixo a cada um esta decisão, tendo como única certeza que, cada qual decidira de forma correta.

Paz e muita Luz a cada um em sua decisão. Seja qual for ela!.

DDJOMMA
Enviado por DDJOMMA em 15/02/2007
Código do texto: T381785
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
DDJOMMA
São João de Meriti - Rio de Janeiro - Brasil, 65 anos
93 textos (5207 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 12:35)
DDJOMMA