Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mínimo múltiplo comum.

Amanhece,
mais um dia se passa
e a vida continua a mesma.
Acordei...
Acordei com uma intensa vontade
de retornar ao passado
e assumir instintos animalescos.
Senti...
Senti vontade de matar.
Matar as coisas ruins da face da terra.
Matar a fome que corroi
cada resto de estômago...
Matar a sede que navalha
a fuçura ressecada
e fazer das tripas coração.
Fazer de tudo para constituir um novo ser "merecedor",
pelo menos do básico da vida, a educação...
Diversifique através da educação, não uma educação pragmática, mas sim uma que possa explorar e fazer fluir cada suor de esforço recompensável.
Vamos fazer uma educação que possa explorar a criatividade, a interação.
Vamos dar espaço a criatividade e jogo de cintura na escola da vida.
Vamos crescer o universo infanto-juvenil desde cirandas a prática pedagógica, trazendo à tona a ludicidade, fazer do conhecimento absorvido algo que não sirva somente de ocupação, mas sim de descobertas e conteúdo para o resto da vida.
Vamos fazer dessa fábula um conto verídico e possível para todos os seres humanos, nós podemos é só querer...
Manoel Alfredo de Jesus Junior
Enviado por Manoel Alfredo de Jesus Junior em 15/03/2007
Reeditado em 15/03/2007
Código do texto: T413621

Comentários

Sobre o autor
Manoel Alfredo de Jesus Junior
Feira de Santana - Bahia - Brasil, 40 anos
14 textos (871 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/20 17:09)
Manoel Alfredo de Jesus Junior