Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
REFLEXÕES, SOBRE ABSURDOS


Quando encontro pessoas radicais, defendendo absurdos, apenas por segundos fico chocado. Após estes átimos de tempo, recomponho-me e procuro entender a necessidade da existências destas formas deturpadas de realidade.

Sempre que elas expõem seus argumentos, o fazem, mesmo estando todos eles, eivados de falácias, jamais admitem que possam estar errados.

Eu, quando tento compreender a necessessidade da existência do antagônico, as vezes perco a paciência, por querer evitar que mentiras sejam perpetuadas como se fossem verdades eternas.

Por outro lado, calo-me, quando vejo que estas “ verdades”, são aceitas pela maioria daqueles que escutam. Estes ouvintes, parecem que já há muito perderam a capacidade de raciocínio e crítica, eles aceitam tudo de maneira passiva e muitas vezes, aplaudem.

Dentro de meus questionamentos, sempre vem à mente uma interrogação que não quer calar. Até quando irá a humanidade portar-se como animais que seguem apenas a voz de comando daqueles que apenas gritam?

Hoje, principalmente no Brasil, vivemos a era da mentira, da hipocrisia, da mediocridade e idiotia. A verdade encontra-se amordaçada, sendo até vista como algo perigoso, pois ela bate de frente com os interesses de pessoas ou grupos que desejam ter “ homens”, como meros escravos, sem o direito de pensar.

As igrejas, partidos politicos, entidades que se dizem protetoras, deste ou daquele segmento social; são estes que estão mais em evidência, propalando para todos os lados, “ suas verdades” sem se preocuparem com nada, exceto eles mesmo.

As igrejas, descaradamente estão fazendo da religião apenas um negócio, onde o lucro é obtido pelos “vendilhões do templo”. Hoje, elas se tornaram um balcão de negócios, onde se consegue a “ salvação” adquirindo toda sorte de bugigangas.

Os partidos políticos, já não tem ideologia, nem tampouco defendem valores reais da democracia. Eles existem apenas para serem usados por seus membros, para conseguirem a qualquer custo a riqueza fácil, mediante a descarada corrupção que tanto atrasa e empobrece nosso país.

Entidades criadas com intúito de defenderam segmentos socias, vivem da hipocrisia, defendendo valores que já há muitos deixaram de ser reais. A única preocupação de seus membros é a autopromoção social, tentando aparecer na mídia comprada, para fazerem de seu palanque um passo para a política.

A mediocridade está em alta, pois aqueles que dela se valem, encontraram terreno fértil para toda sorte de porcaria. Hoje grande parte de uma juventude alienada vai consumir, em sua embriaguez, tanto por falta de discernimento como de autoestima.

Os cretinos , através da política conseguiram alcançar altos postos nos órgãos públicos,através de negociatas que visam manter no poder aqueles que batem palma e aplaudem toda sorte de mazela social.

Vivemos dias difíceis, por isso, valho-me da única arma que me resta, para lançar este repto à todo aquele que deseje ouvir e quiçá fazer coro à minha indignação e de certa forma revolta, diante de tantos absurdos que vejo.

18/04/2013-VEM






 
Vanderleis Maia
Enviado por Vanderleis Maia em 24/04/2013
Reeditado em 25/11/2013
Código do texto: T4256578
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Vanderleis Maia
Imperatriz - Maranhão - Brasil
1412 textos (122098 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/03/21 09:12)
Vanderleis Maia