Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Explicando meu escrever

Sendo poeta, ou ao menos pensando ser, despejo versos como quem confessa amores, crimes, sonhos, fraquezas, todas as coisas enfim que fazem de mim o que sou e o que não sou.
Já fui mais intenso, tanto na quantidade do que escrevo quanto na tradução de sentimentos. Hoje me contenho e me contento com coisa ou outra que consigo decifrar em mim.
Não escrevo por escrever, nem para ocupar espaço. Minha escrita é catarse do que sinto e do que penso que sentem pessoas outras.
Quando mais novo prestava mais atenção às coisas e gentes e transcrevi-as em versos bons e ruins. Tinha a curiosidade do espiar e expiava minha culpa pelo voyeurismo transcrevendo histórias que imaginava para mim.
Fui um grandessíssimo ladrão de sentimentos e vidas alheias. Hoje apenas cometo pequenos furtos.
Poucos versos hoje traduzem o que realmente sou e o que realmente sinto. Escrevo minhas personas. Sou um roteirista, um ficcionista em busca de rimas.
Não tenho mais a ânsia da adolescência de despejar amores e paixões, de gritar em palavras escritas as fantasiosas desditas da vida. Ah! Como o adolescente pensa que sofre... e neste sofrer singelo, mesmo que intenso, comete versos como tantos que cometi.
Talvez menos inspirado, escrevo com parcimônia e nem por isso melhor do que antes. Meus melhores poemas vieram como soluços, repentinos. Tudo o que me custa tempo acaba ficando guardado e posteriormente é mexido e remexido, perdendo seu sentido original. Não vale mais para o que valia quando nascido. É frio e calculado.
Assim vou escrevendo, cada vez mais raramente, minhas verdades e mentiras.
Mauro Gouvêa
Enviado por Mauro Gouvêa em 26/03/2016
Código do texto: T5585303
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mauro Gouvêa - www.recantodasletras.uol.com.br/autores/maurogouvea). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mauro Gouvêa
Alfenas - Minas Gerais - Brasil, 54 anos
432 textos (60311 leituras)
3 áudios (883 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/11/19 16:16)
Mauro Gouvêa