Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A VISÃO DO POETA... A VISÃO DA POESIA

Olhos d’alma viva do poeta
E da própria Poesia
A que vêem
Sempre mais longe
Por verem tudo
Por tudo verem
Mesmo estando-os fechados

Contra tantos que nada vêem
Embora seus olhos estejam abertos

Na verdade
O poeta vê sempre além
Estando seus olhos abertos... ou não

Todavia
Verdade seja dita:
Os olhos da Poesia
Estão sempre abertos... à Vida
Ao que diria... têm medo até de piscar
Visto que veloz... passa-se o tempo do viver
E por isso
Não querem então
Perder nenhum detalhe...
Paulo da Cruz
Enviado por Paulo da Cruz em 06/05/2017
Código do texto: T5991373
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Paulo da Cruz
Curvelo - Minas Gerais - Brasil
2064 textos (33731 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/19 22:10)
Paulo da Cruz