Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ainda moro dentro de mim

Ao me olhar no espelho fiquei à pensar
Que as marcas que trago em mim já não dóem
Dentro de mim nada mudou
Ainda tenho a alma transparente
Por mais que passe o tempo,ainda estou aqui dentro de mim
A criança ainda corre ao encontro da felicidade
A adolescente rebelde,mas certamente com causa cresceu
Se tornou uma mulher madura e segura de si
Ainda escrevo como antes,do mesmo jeito
Consigo sentir o cheiro do amanhecer
Não é nostalgia,nem pretendo viver de passado
Mas as vezes fecho os olhos e vejo um lindo filme passando
Sei que estou fazendo exatamente o que meus pais fizeram
Ainda escuto minha mãe dizendo" menina cresça, olhe ao seu redor ,o tempo passa rápido,cuide-se".E eu falava:Mãe,para com isso ,ainda falta muito para eu ter a sua idade,hoje vejo meu filho falar a mesma coisa.É engraçado,mas é legal.
O tempo passou mas ainda moro dentro de mim
Os meus traços mudaram sim
Mas o que importa é que eu não mudei
Ainda estou em um canto em mim
Fatima Weckwerth
Enviado por Fatima Weckwerth em 26/08/2007
Código do texto: T625058
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fatima Weckwerth
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
1105 textos (374409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 04:14)
Fatima Weckwerth