Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Divago II

O vento que passa
Cortante por entre portas,
Abertas pela corrente.
A verdade que é falsa
Quando se diz pelas mentiras,
Frio arrepiante.
Algarismos perdidos
Em contas sem fim
Nas sebentas de um estudante.
Mistura e letras e números…
Uma mixórdia, enfim,
Que enfeitam a estante.
As palavras que cantam
Ao som de uma guitarra…
Acorde desafinado e irritante.
Pensamentos que se evaporam
Como neve no cume da serra,
Um Sol de mil vontades, tão brilhante.
A Lua que não traz paz,
Nem descanso a ninguém…
Só o sono de quem se diz importante.
Este momento tão fugaz
E tão só também…
Infeliz sobrevivente.
sumadartson
Enviado por sumadartson em 27/08/2007
Código do texto: T625611

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
sumadartson
Portugal, 47 anos
48 textos (942 leituras)
1 e-livros (21 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 09:50)
sumadartson