Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CIÚME DOENTIO

Olha amor, você não precisa vir mais aqui. Eu quero te contar uma coisa. Eu tô terminando com você, mesmo por telefone.
Eu sei que é clichê. Só não queria ver você chorando. A culpa não é minha. Eu já não consigo aguentar tuas crises de ciúmes, isso tá acabando comigo. Aos seus olhos, sou alguém que não é mais confiável. Não adianta tentar romantizar o ciúme. Teu ciúme é doentio, sagaz e sombrio.
Não posso nem falar um bom dia pra uma pessoa na rua, que você imagina que eu te traí de todas as formas possíveis.
Fui alguém que te amou. Na verdade ainda amo, mas teu amor me machuca, machuca muito, machuca demais. Eu tô ferido por dentro, por esse amor que um dia me satisfez, já hoje, não me satisfaz.
Pega essa aliança aqui, se quiser derrete. Faz um chaveiro pra nunca mais esquecer esse amor que foi passageiro em um ônibus lotado de pessoas querendo um assento. Eu tô terminando com você por simplesmente te amar. Por isso, não quero ser mais ferido. Vai lá fora. Aproveita. O dia tá tão lindo.
William Wander
Enviado por William Wander em 11/01/2019
Código do texto: T6548036
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
William Wander
Santa Maria - Distrito Federal - Brasil
34 textos (316 leituras)
5 áudios (77 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/19 01:27)