Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Governo Bolsonaro e o ensino de Filosofia no Brasil - II

- O Bolsonaro, aquele opressor!, aquele nazista!, aquele fascista!, aquele torturador!, não quer que os brasileiros estudem filosofia. É um retrocesso. Vamos regredir à Idade Média, era das trevas.
- Ô gente boa, você, que vive neste planeta há um bom par de anos, já deve ter ouvido falar de um objeto chamado livro. Se já compulsou algum é improvável. Saiba, ô criatura de Deus, que dentre os milhões de livros existentes, há muitos de Filosofia. Há os de um tal de Platão. Não estou arremedando o Cebolinha, não. Não é Pratão, aumentativo de prato. É Platão, mesmo. Não estranhe o nome, pois Platão é grego, da terra de Hércules. E este tal de Platão, um sujeito batuta, escreveu uns livrinhos da melhor espécie, o Filebo, o Parmênides, o A República, o Teeteto, o Político, o Sofista, e outros da mesma qualidade. E o Platão, gente boa, era amigo do peito de um tal de Aristóteles. Que nome! Não estranhe. Há outros piores. E deste tal de Aristóteles, um homem bom da cabeça, há livros fora de série. Tem o A Política, o Ética à Nicômaco, o Arte Retórica, o Arte Poética, e outros de mesmo valor. E para o seu conhecimento, colega, cito um livro cujo título é engraçado: Apocoloquintose do Divino Cláudio, escrito por um tal se Sêneca, que não era grego, era romano, ancestral dos italianos. E, de um alemão dos mais esquisitões, Immanuel Kant, há um livro de título quilométrico: Idéia de Uma História Universal De Um Ponto de Vista Cosmopolita. Se tem idéias boas, não sei, mas o título é chamativo. E todos os brasileiros alfabetizados podem ler estes livros, e muitos outros, todos de Filosofia. Se irão entendê-los, dependerá da inteligência de cada um. E é provável que muitos não entendam muita coisa que há neles, afinal eles não são livrinhos para entretenimento. E todos os interessados em estudar Filosofia podem recorrer a pessoas que os leram, conversar com elas, trocar algumas idéias, participar de grupos de discussão, de associações de estudiosos, assistir a aulas de professores de filosofia. E poderão ler outros livros, seguindo orientações de pessoas de alto nível, ou nas horas vagas, por conta própria. De uma coisa é certa: quem quer estudar filosofia, estuda; não depende do sistema oficial de ensino para estudá-la. E mais uma coisa, que também é certa: o Bolsonaro não irá proibir nenhum brasileiro de estudar Filosofia.
Ilustre Desconhecido
Enviado por Ilustre Desconhecido em 29/04/2019
Código do texto: T6634829
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ilustre Desconhecido
Pindamonhangaba - São Paulo - Brasil
628 textos (8982 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/19 05:37)