Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Faça-se a luz!
E ela se fez
brilhante,
em toda volta.

A sombra se fez
em revolta...

Deus disse:
te acalma
uma não vive
sem a outra.

E continuou...

Faça-se um céu,
a lua e as estrelas
e que um dia de sol,
aqueça o novo mundo
surgido de minhas mãos.
E assim se fez...

Que o vento à solta
traga chuvas e brisas
para brincarem nas ondas
revoltas do mar.
E assim se fez.

Cubram-se os espaços
de matas e de rios,
soltem os bichos,
que eles corram
por todo o chão.

Que brote desta terra
um homem que usufrua
de tudo que criei.

Que una-se à mulher
e deles surjam novas eras.
e assim se fez.

Ao olhar tudo
sentiu falta de algo...

Serenou o semblante
e disse:
Agora, chamem os poetas....

Soninha Porto Poemas
Enviado por Soninha Porto Poemas em 24/09/2007
Reeditado em 05/07/2008
Código do texto: T666337

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Direitos reservados à autora Soninha Ferraresi Porto®). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Soninha Porto Poemas
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
293 textos (16656 leituras)
1 áudios (61 audições)
18 e-livros (1754 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 21:20)
Soninha Porto Poemas