Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESABAFO

CHORO, PORQUE SOU HUMANO... PORQUE ALGUNS SENTIMENTOS ME FEREM, ASSIM COMO ALGUMAS PALAVRAS E ME DEFENDO DAS DORES QUE NÃO QUERO MAIS SENTIR... EU CHORO, PORQUE DENTRO DE MIM, NÃO HÁ MAIS ESPAÇOS PARA ABUSOS, PARA INTOLERÂNCIA... CHORO, PORQUE SOU ASSIM, MOVIDO PELO AMOR QUE SINTO E QUE MUITAS VEZES TENTO FALAR E NÃO CONSIGO... CHORO, PORQUE DEDICO MINHAS MADRUGADAS, MINHAS TARDES E MINHAS MANHÃS PROCURANDO DAR SEM ESTENDER A MÃO PARA RECEBER E ME DE DEFENDO DAS DORES QUE EU NÃO QUERO MAIS SENTIR... HÁ DOR DEMAIS EM MEU PEITO... NÃO QUERO MAIS AS LÁGRIMAS QUE CHORO... NÃO QUERO MAIS TER QUE APAGAR AS LUZES PARA QUE EU NÃO ME VEJA MAIS... QUERO PAZ... PARA QUE EU POSSA ENFIM FALAR DO AMOR QUE ME CONSOME... PARA GRITAR MINHAS DORES E CURAR MEU PEITO DAS PALAVRAS QUE FEREM, DOS SENTIMENTOS QUE MATAM, DA INSENSATEZ E DA INTOLERÂNCIA DO QUE NÃO QUERO MAIS PARA MIM...
EDUARDOS POETA
Enviado por EDUARDOS POETA em 25/09/2007
Código do texto: T667127

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
EDUARDOS POETA
São Paulo - São Paulo - Brasil, 47 anos
30 textos (481 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 17:55)
EDUARDOS POETA