Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MORTE NÃO EXISTE NO UNIVERSO

A grande preocupação dos seres humanos, senão a maior de todas elas, é com a sua morte, até para aqueles que acreditam em uma sobrevida, mesmo porque essa crença não é muito sólida para a grande maioria, em virtude da falta do conhecimento espiritual, que elimina a necessidade de crer. Os únicos que alcançam uma definição sobre esta questão, são os que foram incluídos na doutrina da Graça, mas esta, é um privilégio pessoal e intransferível, obtida pela percepção intuitiva, apenas por concessão.

Com efeito, se fosse possível a transferência desse conhecimento, isso teria ocorrido a partir de 225 anos atrás, quando o químico francês Antoine Laurent Lavoisier (1743-1794) obteve essa percepção, e a descreveu de forma precisa e cabal. Ele mostrou que a massa dos produtos da reação era igual aos que deram origem a ela. Era o princípio da conservação de massas, conhecido pela frase: “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”.

Com a devida permissão de Lavoisier, ampliamos a sua frase: “No Universo nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”, o que elimina a figura do “criador”, pois Deus Se produz de Si, por Si e para Si mesmo, onde tudo tem início nas Trevas e na Luz, e tudo retorna, na sequência das transformações, para as Trevas e para a Luz, em um moto perpétuo sem início e sem fim. Se Deus criasse algo, este seria uma novidade que Ele próprio desconhecia. No Universo, que é o próprio Deus, nunca existiu, não existe e nunca existirá quaisquer novidades, e é por isto, inclusive, que a morte também não existe, sendo apenas uma das incontáveis etapas das transformações.

A grande preocupação dos seres humanos deve ser transferida da morte, para o destino da massa que resultar da sua própria e última transformação, pois a diluição nas Trevas, onde predomina o tormento, é como a irreversível diluição de uma gota d’água no oceano, e a transformação em Luz, onde impera o Amor, significa a incorporação permanente ao Reino de Cristo.

Para os que desejam aprofundar-se na questão, seguem algumas indicações de textos bíblicos, que facilitarão suas pesquisas e os seus estudos, podendo talvez, influenciar positivamente nas suas inquietações.

(Salmos 139:12 – As Trevas e a Luz são a mesma coisa.)
(Sabedoria 3:7 – No dia do julgamento, eles resplandecerão.)
(Isaías 26:19 – A terra devolverá seus mortos à luz.)
(Isaías 45:7 – Eu formo a luz e produzo as trevas.)
(Daniel 12:3 – Os sábios brilharão para sempre como estrelas.)
(Mateus 13:43 – Então os justos resplandecerão como o sol.)
(João 8:12 – Eu sou a luz do mundo, quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.)
(I Coríntios 15:51,52 – Todos nós seremos transformados.)
(II Coríntios 4:6 – Porque Deus que disse: Das trevas brilhará a luz.)
(Filipenses 3:20,21 – Cristo transformará o corpo da nossa humilhação, para ser semelhante ao corpo da sua glória.)
(Efésios 5:8,9 – No passado éreis trevas, mas agora sois luz, pois o fruto da luz está na bondade, justiça e verdade.)
Edgar Alexandroni
Enviado por Edgar Alexandroni em 12/11/2019
Código do texto: T6793366
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Sobre o autor
Edgar Alexandroni
Santo André - São Paulo - Brasil, 80 anos
221 textos (11900 leituras)
1 e-livros (214 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/01/20 14:49)