Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


HÁ MOMENTOS EM QUE A SOLIDÃO ME CHAMA À PRESENÇA
NÃO RESGUARDANDO-ME DAS INCOERÊNCIAS
DAS LOUCURAS, DAS INCONSEQÜENCIAS...
NESSAS HORAS ALAGA-SE MEU PEITO
NUM MAR DE EMOÇÕES TRANSFIGURADAS
DISTORCIDAS...VIVIDAS E NÃO VIVIDAS
NÃO VIVIDAS E SENTIDAS
PASSADAS, FALIDAS, RECOLHIDAS..
DEITO-ME AO SEU COLO
RENDO-ME ÀS SUAS EXIGÊNCIAS
SUAS COBRANÇAS...
CALO A MIM MESMA NUMA TRAVADA EMOÇÃO...
UMA LÁGRIMA SINTO ESCORRER...
PARECENDO QUENTE DE SOFRER...
LAVANDO MEU ROSTO COM  VERDADES
QUE PREFERI NÃO OUVIR
MAS QUE NÃO CALAM... QUE ABALAM...
CANSADA, LARGO O CORPO AO RELENTO...
RESOLVO NÃO MAIS ENCARÁ-LA
ADORMEÇO EM MEUS SECRETOS MOMENTOS
ATÉ QUE OUTRA VEZ ME ACHE PRESA FÁCIL
COBRANDO-ME JURAMENTOS...

TACIANA VALENÇA
Enviado por TACIANA VALENÇA em 03/10/2007
Código do texto: T679446

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
TACIANA VALENÇA
Recife - Pernambuco - Brasil
1975 textos (150054 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 05:33)
TACIANA VALENÇA