Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Justiça....

Nas mãos ensagüentadas o dilema
Na  violência brutal o eterno tema
Crianças até idosos sem clemência
As vítimas do poder sem paciência

O querer sobrepõe ao sentimento
de respeito ao alheio no momento
em que a cobiça se  faz poderosa
a lucidez se veste de cor de rosa

Alheia aos desmandos marginais
Segue cega aos absurdos fatais
Cala a voz da minoria impotente
silencia aos poucos eco ardente

No equilíbrio imponente da balança
Nas vendas a inocência da criança
Nas mãos dos homens a imprudência
E no final lamentos da  incoerência
Lahaina
Enviado por Lahaina em 09/10/2007
Reeditado em 06/01/2016
Código do texto: T686812
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lahaina
Curitiba - Paraná - Brasil
1141 textos (40565 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 16:14)
Lahaina