Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Reflexão sobre os principais conceitos de felicidade

Às vezes me vejo num outro lugar,onde poucos me ouvem, onde poucos me acham interessante, onde poucos me entendem, sombrio, triste, vazio, onde alguns amigos tentam me alegrar, mas a alegria transmitida por eles não passa de um alívio parcial, sorrio para alguns deles apenas como um apoio átono, sem brilho e embaçado, mas dentro de mim eu sinto que a luz está fraca, o que chamo de “Sol da meia-noite”, ás vezes me preocupo com o que pensam de mim, podem me subestimar me achando um idiota e conseqüentemente tendo pena de mim, dessa forma mostrando sua falsidade, como podem ser amizades que, mesmo não sendo tão densas, podem ser ainda sinceras amizades. São raros os que querem de fato o meu bem, alguns se aproximam de mim porque se sentem mais fortes ou mais inteligentes que eu, e para todo caso se gabam na minha frente imaginando que eu os acho superior a mim, hahaha, muita audácia... Tento entender essas pessoas, observá-las, mas dependendo do que eu observe posso concluir coisas boas como também coisas ruins mal interpretadas; já que a interpretação é algo muito individual. Aprender o que posso é o meu objetivo nesse lugar, com essas pessoas na minha vida fica difícil de ser feliz como sempre vi nos contos de fadas de minha infância e me pergunto se um dia serei totalmente feliz e satisfeito com a minha vida como nos mesmos. Algo que gostaria de ver nesse lugar é a sinceridade mais forte do que a falsidade, acho que nem preciso dizer o porque.
   Porém, meu amigo, não é porque estamos rodeados de lugares horríveis como esse é que não possamos ser feliz, há como sermos muito felizes, talvez não como nos contos de fada, mas da maneira que podemos ser, pois somos felizes pelo que fazemos, não pelo que nos dão. Aproveite a vida ela é muito rápida, já que atualmente morremos para depois termos a chance de aproveitá-la. Nunca tente tirar a sua felicidade de um desses lugares tristes como o mencionado, só tente procurar as coisas boas desse lugar, o que poderia ser o suficiente para você não ser infeliz. Coloque uma roupa que você goste, não uma roupa que os outros achem legal; ouça músicas que te façam sentir-se bem, não músicas que você vá ouvir porque seus “amigos” disseram ser legal; tire suas próprias conclusões sobre assuntos a ser discutidos, não defenda a opinião de alguém só porque você acha essa pessoa legal. Essas são algumas das pequenas coisas que podem ser feitas em prol da sua felicidade, detalhes mínimos que são imperceptíveis aos olhos de pessoas sem caráter, honra e principalmente felicidade.
Wolf
Enviado por Wolf em 11/10/2007
Código do texto: T690605
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wolf
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 26 anos
31 textos (3623 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 14:02)