Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desassossego

É uma crônica, uma simples crônica... não, não é uma simples crônica, é o peso do que nunca serei, de quem nunca verei, a quem nunca poderei me dirigir... não são apenas palavras, é o cenário que se ergue monstruoso e me engole, como a um inseto infeliz no lugar errado...E a tristeza escorre do meu rosto e repousa no canto dos meus lábios, conrtocendo-os. Deus sabe o quanto odeio esse gosto... Ou talvez não saiba de nada porque uma sombra não se mexe no escuro...me perdoa, Senhor, porque sou estúpida, mas não culpe a minha dúvida, ela é uma cadelinha com medo que late frente a qualquer barulho...
E o sangue que corre nas minhas veias é ralo como uma garoa numa manhã nublada...e pessoas assim estão fadadas a passar a maior parte do tempo desmaiadas...presas em suas cabeças... pela força da inércia...
tatychan
Enviado por tatychan em 15/10/2007
Reeditado em 07/11/2007
Código do texto: T695731
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite Tatiele Freitas). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
tatychan
Uberlândia - Minas Gerais - Brasil, 33 anos
80 textos (4323 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 18:25)
tatychan