Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DINHEIRO BUMERANGUE

                          "O capitalismo é a raquete da classe dominante"
                                                                        (Al Capone)


   Antagônico mundo dos negócios!
 E eis nele haver... dois tipos de empresários:
   O pequeno e dono de seu humilde negócio
 A que se dá ao "direito" de comprar... "o seu sofrido pão de cada dia"
  E igualmente a habitar neste complexo mundo o notável
   [gestor de seu invejado e próspero estabelecimento
  Aquele a se dar ao luxo de ter... "a padaria"

     E, destarte, ei-los lado a lado
  (Às vezes em guerra... às vezes em paz)
       O patrão... e o empregado
  E, portanto, cabe a cada qual ao outro respeitar
   Pelo que todos precisamos uns dos outros
     E a ninguém menosprezar... ou desvalorizar

   Ah! Mas como é difícil um “"capitalismo prático humanista"!
     (S'é que seja possível)
 Neste tempo onde a palavra de honra é comprada vendida
  Neste mundo onde não se prostitui somente o corpo...
    [mas também, e muito, a alma
 E o que não fazem os fiéis de tantas igrejas que não seja barganhar
  [sei lá com quem, se é com Deus ou com o Diabo?

  Mas, no universo capitalista é quase impossível contestar
    [aquele político e dirigente socialista a que dizia:
"La loi fondamentale du capitalisme est 'toi ou moi',
      [et non pas 'toi et moi'"
   Traduzindo:
 "A lei básica do capitalismo é '‘você ou eu' e não 'você e eu'"
     (Karl Liebknecht)

 Interessante como é o que ouso chamar de "dinheiro bumerangue"!
   Ao qu'explicarei com devido exemplo:
 O padeiro a trabalhar... na padaria na qual não é ele o dono
   E, por comprar literalmente o seu pão no estabelecimento em
      [qu’ele então trabalha, conclui-se o quê?
   Resposta óbvia:
 Parte do seu salário volta visivelmente para as mãos de seu patrão
     Ou n’outras palavras, ai! que tremenda injustiça:
 É como se uma parcela de seu pagamento fosse então feita de pão
   E não tanto de dinheiro (papel moeda)

  E assim, eis na visão da Economia o que se denomina...
     [por "dinheiro bumerangue"
   Onde, quem o tem muito... terá sempre mais
     E quem o tem pouco... terá sempre menos

    Feliz de quem trabalha n'uma empresa que não seja assim!
      (Se é que existe alguma!)



                          ***********************
               
                               30 de Junho de 2020
                   

Fausto de Deus
Enviado por Fausto de Deus em 30/06/2020
Reeditado em 30/06/2020
Código do texto: T6992554
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Fausto de Deus
Curvelo - Minas Gerais - Brasil
229 textos (3260 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/07/20 17:40)
Fausto de Deus