Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O MOTIVO EGOÍSTA DE SE CRER NA ETERNIDADE

                        "Crer é, em primeira instância, querer crer"
                                                                  (Miguel Unamuno)


  Da cega inteligência a que persuadida quão necessita em aceitar
   Embora, em seu íntimo, pouco ou nada confia
 D'aquela que mais erra em seu caminho e que, sobretudo, desconhece
      [seu destino
  Ah! Quando virá o grande milagre d'ela crer sem precisar "ser
    [forçada" a crer?

  E assim, não é qu'eu "quero" crer
  Trata-se de, simplesmente, crer... ou crer
     Não tem... outra opção

   E crer... em quê?
 Oh! Precisa mesmo perguntar no quê?

 Na, verdade, cad'um vive em su'essência no que realmente ele crê
    E no que alguém crê, eis sua verdade... eis o seu deus
  Em que se move toda sua vida... na obediência ao seu credo
  Sendo assim, o seu credo... vede, pois o seu senhor

  Não, não é que "acreditamos" na vida eterna
   (A ponto d'entregarmos nossas vidas... (a tal credo)
 Na sincera oferenda de nossos corações em que a amamos)
  Mesmo por que difícil encontrar quem a ela se oferte (integralmente)
 Porem, todos, ah! com certeza, todos “torcem” para qu’ela exista:
     A eternidade
  Sejam os bons
 E mais ainda... os maus
  Para que, deste modo, continuem a praticar suas maldades...
 (Contra os bons, é claro!)

    Eternidade!
  Visto que nela eu creio, eis porque ela existe?
 Ou existe por si mesma ainda que nela eu não creio?
   Qual como dizia a incrível Clarice Lispector:
 "Ela acreditava em anjo e, porque acreditava, eles existiam"?

  Quant'angústia, meu Deus!
    Quanta incerteza!
 Do que nest'hora até o desespero procura dominar minh'alma

 Tenho uma porção de livros para ler...
  Tenho, então, que ter... mais tempo

 Tenho um milhão de filmes par'assisitir e ver
   Necessito, pois de... mais tempo
 
  Tenho mil viagens para fazer
    Careço, sem dúvida, de mais tempo

 "Tenho" mil mulheres e prostitutas para f...
     Preciso, portanto, de mais tempo

  "Tenho" milhares de pessoas para fazer sofrer
     Exijo da vida... mais tempo

   Tempo... tempo... tempo!
É somente o qu'eu quero (e preciso)
  E, por isso, eu peço, a quem possa me dar:
    De mais tempo
  É urgente... é indispensável... é vital

   O prazo que a eternidade nos deu é pouco
 Na verdade, uma miséria... do qu'ela "deveria" nos dar

   Concluindo:
 Uma vida sem o amparo e a segurança da eternidade?
  A ter um epílogo... no tempo?
   Oh! Deus nos livre e guarde
Que a Eternidade tenha, portanto, de nós... piedade!



                         ***********************

                           16 de Setembro de 2020

Paulo da Cruz (a verdade humana do mundo)
Enviado por Paulo da Cruz (a verdade humana do mundo) em 16/09/2020
Reeditado em 16/09/2020
Código do texto: T7064445
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Paulo da Cruz (a verdade humana do mundo)
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
2246 textos (39343 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/20 07:02)
Paulo da Cruz (a verdade humana do mundo)