Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem dera

Quem dera eu não dormisse nunca.

De dia me doaria aos herdeiros dos meus princípios.

De noite, como de praxe trabalharia, sem os excessos de notificações me renderia à burguesia.

Aos fins de semana, com o dom de me iludir, amaria!

As 06h em ponto na minha paisagem favorita, meu café, que com tamanha janela de tempo eu mesmo produziria...

Um pouco antes, esse texto eu produziria...
Bruno Fernando
Enviado por Bruno Fernando em 24/10/2020
Reeditado em 24/10/2020
Código do texto: T7094800
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Bruno Fernando
São Paulo - São Paulo - Brasil, 38 anos
74 textos (2929 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/05/21 16:16)
Bruno Fernando