Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CÂNTICO DE ALVORADA

*Fanny*

A alvorada cantou quando a ternura do teu olhar acendeu o infinito azul da minha alma.
Voei com as tuas asas brancas de seda, colhi estrelas, bordei-as nos véus das galáxias distantes…
Murmurei à lua meus versos, meus segredos e o silêncio da minha voz fez-se cântico... suaves acordes de ti nas avenidas airosas do Universo...
Fanny Estrela
Enviado por Fanny Estrela em 13/11/2005
Código do texto: T71122


Comentários

Sobre a autora
Fanny Estrela
Portugal
230 textos (8093 leituras)
1 e-livros (104 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/20 07:11)
Fanny Estrela