"ÍNDIOS" CRISTÃOS ("Haja ou não deuses, deles somos servos." — Fernando Pessoa)

A Bíblia não é profética, mas a pena é a repetição do passado. São mentiras e mitos largamente disseminados que tornaram-se verdades adoradas. Usam-na como amuleto! Considerando as muitas versões melhoradas, ela está tornando-se a Palavra de Deus, logo chegará a perfeição; pois, com as novas descobertas arqueológicas inseridas, "a voz do povo torna-se a voz de Deus". E pouco me importa se foi a igreja católica que montou o CÂNON bíblico, ou rezou a primeira missa no Brasil, ou se outros livros apostólicos ficaram de fora do mesmo. O sol vai brilhando até se fazer dia pleno.

Mas, as igrejas são celeiros de extremista é um "sepulcro caiado", com muitas regras para os outros e nenhuma para si. Tenho medo de pessoas que se esforçam demais para provar que estão certas, à moda da "crentaiada". SEI QUE PAREÇO UM DEPRAVADO, COM MINHAS expressões ambíguas, porém HÁ MUITOS QUE EU CONHEÇO QUE NÃO PARECENDO O QUE SÃO, SÃO EXATAMENTE AQUILO QUE EU SÓ PAREÇO; AÍ, É ONDE ENTRA O CIÚME DELES. "Imoralidade é a moralidade daqueles que se estão a divertir mais do que nós."(H. L. Mencken). Então digo como disse Kinho Garóti: "Nos livrai da hipocrisia constante e de falsos profetas moralistas que nos rondam, nós somos o caminho do nossos caminhos." Talvez não seja de estranhar, pois no Brasil, até ator pornô chama de pouca vergonha exposição de nudez, que não são poucas, diga-se de passagem. Impera o falso moralismo! Na minha pátria, é tudo muito esquisito, disse Dilma Rousseff: "Os índios morriam no Brasil por falta de assistência técnica". Parece-me simples resolver a extinção dos índios; mesmo assim, ninguém quer ser filho de índio, todavia o Macunaíma era filho de índio com sucesso, tornou-se divindade. São tantos os que tentam esconder suas aberrações, forçando os olhares dos outros em outra direção. CiFA