Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha chance

Controlar minhas emoções, frear minha impulsividade e manter minha ansiedade em paz. Quase que tudo que eu sempre não fiz. Me segurar, me controlar, me frear. Sentir essa saudadezinha gostosa e não poder ligar, falar ou expressar. Apenas absorvê-la sem provocar ansiedade. Ahhh... tenho muito, mas muito que aprender. Aprender que posso ter tudo ou nada num piscar de olhos. Aprender que posso viver meu conto de fadas mas não do jeito que eu sonho, mas do jeito que ele já está escrito.

Viver com regras, com limites, com moderação e ao mesmo tempo poder ter tudo que eu sempre quis. Se a vida é um aprendizado, eu estou sob provação. Esse é o meu grande desafio, minha grande chance, minha oportunidade. Talvez não a única que apareceu mas com certeza a maior delas. E cabe somente a mim. É meu número.

Engrandecimento e maturidade serão recompensas, mas não antes de eu ter que aprender a maior das virtudes: HUMILDADE. Humildade de admitir que vc é mais inteligente do que eu, de admitir que aprenderei muito com vc. E aprender que a humildade e o orgulho precisam andar lado a lado e não um por cima do outro.

Ter orgulho é ter amor próprio, demorei muito a perceber que quando me apaixono eu faço tudo pela pessoa e ela não retribui a mesma altura nunca porque ninguém faz mais por outra pessoa do que por ela mesma. Plin! Acendi a luz! Por isso que eu me decepcionava com as pessoas, porque estava decepcionada comigo mesma.

Difícil admitir que sou bonita, independente, tenho um emprego e uma família ótimos. Difícil admitir que pessoas precisam de mim e que eu quero coisas para mim. Porque isso nunca me importou porque meu lado emocional é uma adolescente imatura. Que não sabe lidar com frustrações, que é mimada e extremamente carente, que sonha demais e faz de menos. Que acha que a felicidade está nos outros e não nela mesma.

Mas meus 90% racionais vão ter que mostrar agora porque sempre estiveram comigo. Que minha inteligência pode muito bem controlar meu coração e racionalizar até mesmo a felicidade. Ser otimista, auto-estima e ter fé. Tudo que nem por um único dia eu fui até hoje, até conhecer vc.

E sim, também poder te ensinar que demonstrar sentimentos é possível, que viver com um pouco mais de emoção e aventura também fazem parte da vida. Que deixar às vezes o primeiro impulso falar mais alto, pode não ser ruim. Que baixar a guarda e se deixar levar por sentimentos também podem te fazer feliz. Porque tenho certeza, todos queremos ser felizes. Eu, vc e a torcida do Corinthians.

Como queria fazer altas declarações agora, mas já estou me segurando, parando um milésimo de segundo antes para pensar. X1, o mais desafiador deles, mas eu encaro. Sempre encaro. E dessa vez por incrível que pareça vou conseguir.

Arigatô.
Belit
Enviado por Belit em 16/11/2007
Código do texto: T739748
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Belit
São Paulo - São Paulo - Brasil
19 textos (2234 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 09:17)
Belit