Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Escravos da Liberdade

       Quem no Universo poderá dizer que desfruta da liberdade em sua plenitude ?
       A história está cheia de irreverentes ditadores escravos de sua própria tirania, de poderosos minguados pelo poder, de grandes menores que sua sombra.
       Os francos alardeiam a liberdade, porém, escravizados pela falta de sinceridade.
       Nosso maior opressor, somos nós mesmos.
       Somos escravos do amor, escravos da paixão, escravos dos desejos, escravos do ódio, escravos de nós mesmos, sempre escravos.
       Nunca nos sentiremos plenamente felizes e graças à Deus, pois, sempre haverá felicidade a ser conquistada no horizonte porque sempre haverá esperança.
       Felizes os que foram e esperançosos os que vivem. Por isso, temos que ser felizes com o que dispomos e não com o que queremos.
       Comemoremos a vitória na batalha de cada dia e não esperemos vencer a guerra da vida que triunfará apenas com a morte.
       A felicidade está em torno de nós, nas pequeninas coisas que não queremos enxergar.
       É eu, é você, são eles, somos nós, é o que está dentro de mim, é o que está em você, é o que está com eles, é o que está entre nós.
Paulo Petuba
Enviado por Paulo Petuba em 17/11/2007
Reeditado em 06/03/2010
Código do texto: T740467
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Petuba
Maceió - Alagoas - Brasil, 57 anos
35 textos (969 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 00:55)
Paulo Petuba