Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMANHECER DA RAZÃO

Esperei de você a atitude que não houve.
As palavras que nunca ouvi,
os sonhos que eu idealizava,
enquanto era eu, ali,
o único que mais sonhava.

Idealizei sua presença,
adorando seu gesto e sua revelia.
No fundo, era eu quem sabia,
a quem seu amor predestinava.

De ausência em ausência, segui caminhos.
Derrubei as cercas, amanheci nas estradas.
Cansado de andanças desesperadas,
fecho meus olhos à efêmera beleza da rosa 
e entrego-me à realidade dos perenes espinhos.



CAVALEIRO SOLO
Enviado por CAVALEIRO SOLO em 01/12/2007
Reeditado em 19/07/2013
Código do texto: T760911
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
CAVALEIRO SOLO
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
820 textos (62355 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 13:44)
CAVALEIRO SOLO