Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Momentos de Humanidade

Quando eu tiver coragem
farei um livro
com meus poemas de momentos de humanidade
momentos que escondo de todos como vergonhosos
os que me vangloriei
os que tive ódio
os que desejei ser ruim
e fracassei
Quero mostrar para o mundo
que na minha simplicidade de ser quem eu sou
eu sei ser poeta do medo
No meio de poetas brilhantes
anarquistas e exultantes
saberei me destacar singela
com meiguice sincera
Quero mostrar ao mundo quando trancada em meu quarto escrevi em meu diário um enorme VENCI!
trocado por um perdi molhado e sussurrado minutos depois...
Ao ser poeta, não canto o canto dos poetas
mas o canto de quem se sente humana
e que esconde cada palavrinha
num caderninho trancado na escrivaninha
para um dia criar coragem e mostrar ao mundo
e gritar o meu, dessa vez sincero, venci!
Apoena Baquara
Enviado por Apoena Baquara em 04/12/2007
Código do texto: T764465

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Apoena Baquara
Assis - São Paulo - Brasil, 28 anos
55 textos (7258 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 08:19)
Apoena Baquara