Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOBRE O AMOR


                         



     Amor, palavra de sentido amplo e até complexo que nada diz a não ser, pelos atos praticados sob o efeito dele. O problema do amor é tão complexo que quando a maioria das pessoas o sente, pensam estar loucos.

     Amor é loucura e só de loucuras vive a humanidade. A história nos narra os mais diversos casos de amor. Se formos além e procurarmos  penetrar com profundidade  na história, iremos encontrar falhas  na história que  nos foi contada e veremos que nem sempre foi o amor que prevaleceu e sim a paixão.

     É sem sombra de dúvidas, o amor, um pretexto usado para  a prática da maioria dos absurdos da humanidade.
     Existem histórias que narram acontecimentos fantásticos de pessoas que agiam em nome de um amor.

     Devemos aceitar todas estas histórias como reais, ou encará-las como fruto da imaginação ou por estarem seus protagonistas sob o império do desejo, da paixão ou devemos atribuir tudo isto ao devaneio dos poetas e escritores?

     Hoje o amor é fruto raro que cada vez mais escasseia.

     Se existiu casos como o de Romeu e Julieta no passado, uma perspectiva bastante triste nos assola no presente, o amor morreu.

     Hoje há interesses com a máscara de amor. Na ação amorosa da atualidade  ao procurarmos o  fundamento  psicológico  ou  filosófico do amor, só iremos encontrar desejos e ambições com suas faces  mascaradas com a palavra amor.
     Estamos vivendo uma época de descrença do verbo. Até chegamos a duvidar de nós mesmos.

     O futuro, no entanto anuncia uma nova fase, um renascimento do amor. Como ressurgirá e em que tempo é uma interrogação.
     Acredito que o amor somente será real, quando houver doação sem a espera de nada.
     Talvez quando a ambição, o orgulho, a maldade e outros estados psicológicos adversos forem diminuindo, o amor ressurgirá.
     Enquanto eu não conseguir encontrá-lo no seres humanos ou em mim mesmo, a atitude em que me coloco é a mesma com relação ao que vi, ouvi e senti até hoje.

     Se um dia  senti-lo  ou  vê-lo  despido de  qualquer roupagem, poderei dizer que o único remédio para todos os males desta sofrida  humanidade.

     É o amor.



    13/11/72 –VEM







Vanderleis Maia
Enviado por Vanderleis Maia em 18/02/2008
Código do texto: T864224

Comentários

Sobre o autor
Vanderleis Maia
Imperatriz - Maranhão - Brasil
1412 textos (122142 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/04/21 22:39)
Vanderleis Maia