Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DO NEUROCHATO (A).

Toda e qualquer doença marcada por distúrbios funcionais de cunho psíquico (idéias fixas, obsessões, dúvidas, amnésias, fobias, tiques etc.) recebe o nome científico de neurose. Um consenso, sabemos, sobre a gênese dessas desordens é evitado até pelos entendidos no assunto. O fato é que, de onde em onde, encontramos certos tipos que atestam, neste caso, neurochatice, o ridículo e o perigo dessa anomalia.

Elenco aqui algumas caracaterísticas desse deplorável fenômeno (o pior é que o mesmo pode se manifestar, às vezes, encapotado):

. O sujeito exige demais, principalmente dos outros, ante  aspectos deveras irrelevantes, superficiais, do dia-a-dia;

. O tal crê nas suas idéias, não importa se tacanhas, medíocres, como o absoluto, a personificação da verdade;

. Vive repisando as falhas dos outros e, é óbvio, sempre justificando as que comete;

. Murmura, com frequência, sem o menor motivo, contra a família, o ambiente de trabalho, os amigos e tantos outros;

. Julga-se o máximo, o gênio incompreendido (a coisa não passa mesmo é de pura e delirante arrogância) e o dito cujo se acha o detentor da única receita válida para todos;

. Destenha dos demais, subestimando-os e não mostra sequer uma capacidade mínima, responsável, no fazer de tarefas as mais singelas;

. Vive, amiúde, ressentido e a serviço de fofocas, tendo como alvo predileto aqueles tidos como adversários ou inimigos (não importa se imaginários);

. Finalmente, o (a) neurochato (a) é tão malévolo (a) que busca, a todo custo, sempre ferir o semelhante. Portanto, olho vivo, muito vivo!!!
Ary Carlos Moura Cardoso (in memoriam)
Enviado por Ary Carlos Moura Cardoso (in memoriam) em 25/12/2005
Código do texto: T90304
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Ary Carlos Moura Cardoso (in memoriam)
Palmas - Tocantins - Brasil
1203 textos (445906 leituras)
1 áudios (440 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/04/21 13:48)
Ary Carlos Moura Cardoso (in memoriam)