Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHA DOR
(Samuel da Mata)

Minha dor vez por outra
Se envereda pra rua
Vai dançar toda solta
Se despir, ficar nua

Minha dor se embebeda
Com outras dores do povo
Rasga as roupas de seda
E se adorna de novo

Minha dor volta fraca
Morre ali numa esquina
Como uma vira-casaca
Da lugar a uma prima.
Samuel da Mata
Enviado por Samuel da Mata em 12/09/2019
Reeditado em 15/09/2019
Código do texto: T6743083
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Samuel da Mata
Aracaju - Sergipe - Brasil
590 textos (20446 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/10/19 18:16)
Samuel da Mata