Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ATÉ QUANDO?

     Ó cegos olhos cujas malditas pupilas obscuras s'estão... sempre!
 Da comatos'alma em sua surdez e indiferença... à Vida
    [pelo qu'então ignora e, portanto, não ama
        Ou seja... Deus... e o próprio Amor

    E o que mais direi, pois nest'hora?

      Ó Cristo... crucificado... ignorado
   De seu precioso sangue a que nos resgatou de volta a dignidade
      A conferir-nos nossa genuína liberdade
  Ó Corpo vivo do Amor... aqui no tempo... tão rejeitado
   Ó real Presença de Deus, que é Amor...  De Deus que é Verdade
Todavia, por seus próprios filhos... ah! vede por eles... tanto odiado!

          Até quando...?
Paulo da Cruz
Enviado por Paulo da Cruz em 26/08/2019
Reeditado em 26/08/2019
Código do texto: T6729487
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo da Cruz
Curvelo - Minas Gerais - Brasil
2058 textos (33598 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/19 16:09)
Paulo da Cruz