Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O amor finito

Eu só quero poder amar
Mas por qual razão ?
Se não não sei mais o que é o amor

Todos amores são passageiros
Em um trem sem trilhos
Onde a cada estação
Se acabam em desatinos

Me ensine de novo o amor
Sou poeta que sonha em amar
A falar sobre meu rio a desaguar
Em versos e refrãos
Sou um grão vizir crescente
A florar na sua luz ascendente
Indescente

Mas o amor não é infinito
Aqueles momentos intermináveis se acabaram
Para um ou para outro
O amor nos faz surpresa
Não temos mais a mesma carência
Porque esquecemos de amar
Simplesmente queria somente amar
Sem pensar em mim
Mas você se amou demais
E no amor não cabe
Egoísmo
Paulo Acácio Ferreira
Enviado por Paulo Acácio Ferreira em 01/07/2019
Código do texto: T6686136
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (PAULO ACACIO FERREIRA). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Acácio Ferreira
Campinas - São Paulo - Brasil, 44 anos
271 textos (7969 leituras)
23 áudios (807 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/11/19 20:25)
Paulo Acácio Ferreira