Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A prece

Só de pensar em que mundo você está
eu prefiro deixa de imaginar...
Não cabe mais a mim tentar explicar
o sentido explicito do descaso,
é como tapar os olhos pra sempre
e continuar a enxergar a estampa da verdade,
uma estampa com cores vivas e fortes
que ferem as minhas pálpebras
e fervem as minhas retinas,
mas eu tento...

Tento seguir no caminho certo
enxaguando toda a mancha verniz do meu rosto,
mesmo com pouca água, eu ainda tento...
Tenho nas mãos um conta-gotas de ilusão
e a cada gota que cai, um novo espelho aparece
e reflete minha vontade de consertar tudo,
mas é tão pouca água, tão pouca...


São respingos que caem dum teto quebrado
e que refrescam o meu corpo febril,
não adianta mais tentar encontrar uma saída,
a cada novo passo, é um novo tropeço
e a cada recomeço, uma nova porta se abre para o fracasso...
Um caminho torto que reflete um desejo certo,
um desejo certo que me leva para o caminho errado,
mas o que me resta senão, tentar...

Palavras já não resolvem mais,
o fogo já não vence mais o gelo...
Não existe mais fôlego nesse corpo,
mas eu não desperdiço as chances...
Porem, o que me cansa, não é tentar
e sim ter infinitas duvidas,
tentar sem saber o porque disso tudo,
uma incerteza descontente,
uma sensação de derrota sem luta,
uma vontade de parar por aqui...
Será que ainda tem jeito?
Será...
Será que eu ainda tenho você do meu lado?

Vifrett
Enviado por Vifrett em 15/10/2008
Código do texto: T1230312

Comentários

Sobre o autor
Vifrett
Formiga - Minas Gerais - Brasil, 33 anos
58 textos (3338 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/05/21 05:27)
Vifrett