Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MAIS UM PRÓXIMO DIA

De repente, chegou a noite
Obscurecendo,
Entristecendo,
Atrasando.

De repente, a insônia
O tédio,
O teto,
A cama.

Do nada vem uma canção
Pego o rádio,
Ligo o lápis,
Aponto ao papel.

De repente uma melodia
Disfônica,
Diatônica,
Atônita.

Meus olhos embaçados
De repente,
O repente
Indolente.

A emoção se aflorou.
Os sentidos,
Os desejos e
As lembranças.

E então, todas minhas aspirações
Realizadas,
Embrenhadas,
Desgraçadas.

Foram desembaralhando, de repente
Letras de forma,
Papel molhado,
Lápis no chão.

De repente, pela fresta
O sol,
O dia
Adia.
Marco Faria
Enviado por Marco Faria em 12/06/2006
Código do texto: T174221


Comentários

Sobre o autor
Marco Faria
Piratininga - São Paulo - Brasil, 41 anos
28 textos (942 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/03/21 08:29)
Marco Faria