Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"O Que Me Importa o Aborto Até o Nono Mês?" = Repisando sobre um assunto nojento=

O que me importa o aborto até os nove meses
Se minha vida está melhorando a cada dia?
Se eu posso comprar carro em oitenta vezes
A juros que são uma verdadeira mixaria...
Que me importa as vidas que serão ceifadas
Se eu puder trocar televisão, som e geladeira?
Bobagem pura dessas pessoas tão indignadas
Novas crianças a gente faz até por brincadeira
O que me importa o aborto a qualquer altura
Se todo mês chega lá em casa o Bolsa-Família?
Que é coisa que dá à minha família mais fartura
E dinheiro que chega não é coisa que humilha
O que me importa criança estraçalhada na barriga
De uma mãe que resolveu não mais de filho cuidar?
Bobagem pura dessa gente que gosta de intriga
E que não tem nessa vida com que se preocupar
O que me importa o tal aborto até o nono mês
Se agora posso comer salame, iogurte, presunto?
Ao McDonalds levar a família e me tornar freguês
O que tenho com isso é coisa que me pergunto
Que se dane esse tal aborto até os nove meses
Que morram as criancinhas que estão pra chegar
Eu quero é comprar sem pagar juros em dez vezes
E ver, todo santo dia, a minha família prosperar
(Meu vizinho, esclarecido, disse que isso é ilusório
Que alguns governos começam é desse jeitinho
Depois tornam o tal aborto um troço obrigatório
Pra quem é pobre e não pode cuidar do bebezinho)

PS: Quem achar que estou escrevendo sobre um assunto morto, ultrapassado, inexistente, calunioso, inventado, trazido à tona por motivos políticos, por antipatia pessoal contra algum candidato, ou por qualquer outra razão, solicito que não faça cerimômina e me peça os motivos que me levaram a novamente escrever sobre esse tema que me causa profundo asco. Mas, por favor, não me venha ninguém com a idiotice de dizer que "motivos religiosos" levam-me a tal indignação, como fez um imbecil recentemente, confundindo-me com um debilóide que precisa de um guru de qualquer espécie para pensar.
Estou aproveitando enquanto existe a liberdade de expressão.

 






Fernando Brandi
Enviado por Fernando Brandi em 23/10/2010
Reeditado em 23/10/2010
Código do texto: T2573161

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Fernando Brandi
São Paulo - São Paulo - Brasil, 74 anos
1392 textos (242007 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/05/21 22:37)
Fernando Brandi