Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sigo sozinho...

Ela imergiu d'águas da ilusão
Com um largo sorriso na boca
Grita em desepero com voz rouca
Enquanto estende para mim sua mão

Seus olhos são verdes como o mar
Onde meu barco passa sem parar
Deixando-a sozinha naquele momento
Fecho meus olhos para não ver seu sofrimento

Demonstrado através do sorriso desfeito
Minha vontade é tê-la e penso
Atirar-me nas águas do mar

Mas sigo com dor iexpremível no peito
Sentindo um vazio intenso
Por não poder com ela ficar


Canindé, 28 de Julho de 2005.
Copyright by Apollu Stefanno
Enviado por Copyright by Apollu Stefanno em 28/07/2005
Código do texto: T38417


Comentários

Sobre o autor
Copyright by Apollu Stefanno
Itabaiana - Paraíba - Brasil
87 textos (4925 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/08/20 17:57)
Copyright by Apollu Stefanno