Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Se essa rua fosse nossa...

Faltou-nos aquela rua calçada com todos os nossos
desejos, 
Aquele caminho por nós escolhido... 
Faltou-nos aquele passeio seguro, para ver nossos
beijos,
E um banco na praça por nós construído.

Faltou-nos a legalidade para nos apossarmos desse
caminho, 
Com os nossos desejos e tanta paixão!
E sempre frequentamos essa rua deserta, nos seus
desalinhos,
Rua sombria que leva à amarga ilusão…

Longa e larga, quase uma avenida…
De tão sombria essa rua é lodosa, perigosa e muito
escorregadia,
Se nela estamos, a lotamos de sonhos e vida.
Rua inexistente que assim, sem passante, é apenas
fantasia,

Faltou-nos adorná-la de felicidade,
Faltou-nos dotá-la de bares, de lojas, de luzes, até de
cassinos, 
Faltou-nos pavimentá-la de realidade, 
Faltou-nos reconstruí-la… e intitulá-la Rua dos
Destinos.

E assim só restou-nos amargar os caríssimos
pedágios...
A vida devolve as nossas semeaduras, 
Normalmente vivemos o momento e evitamos os
presságios...
Inviabilizando tornar essa rua segura.

Faltou-nos como única entendê-la…
Sobrou-nos demagogos discursos, faltou-nos ações
instintivas,
Faltou-nos coragem, de com força vivê-la…
Faltou-nos por ela lutar de corpo e alma, de forma
efetiva,

 
Ronaldo Aparecido Silva
Enviado por Ronaldo Aparecido Silva em 15/09/2019
Reeditado em 15/09/2019
Código do texto: T6745799
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Ronaldo Aparecido Silva
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil, 61 anos
679 textos (18557 leituras)
13 áudios (585 audições)
2 e-livros (72 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/08/20 22:17)
Ronaldo Aparecido Silva

Site do Escritor