Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TRISTE SERENATA




     LUAR CRESCENTE

     MAR, CHUVA DE PRATA

     SOU CEGO, CONSTATARAM

     CANTO, N'UM REPENTE...

     EM SERENATA, TORMENTO

     NADA VEJO, LAMENTO

     ENCANTO, NOITE CÁLIDA

     ROLAM LÁGRIMAS, RETIDAS

     SOPRA SUAVE VENTO

     VISÃO, LUMINOSIDADE

     IMAGENS PERDIDAS.

     SOMBRAS NO OLHAR

     SILHUETAS DISTORCIDAS.

     
 


   

     



     

Maurélio Machado
Enviado por Maurélio Machado em 13/11/2005
Reeditado em 13/11/2005
Código do texto: T71005
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Maurélio Machado
São Bento do Sul - Santa Catarina - Brasil
9338 textos (1819261 leituras)
2 áudios (1219 audições)
101 e-livros (6623 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/20 23:19)
Maurélio Machado