Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TALVEZ OS VENTOS ME SOPREM

Talvez os ventos me soprem
E nessa viagem de procura intensa
Eu flutue até o doce dos teus lábios
Para me sentir acolhido nesse afeto.
Se me permites ser somente teu
Eu refaço o caminho dos sábios
Para descobrir o segredo do projeto
Que até agora tracei neste coração meu.

Talvez os ventos me soprem
E na carona dessa vontade imensa
Eu recolha algum ramalhete azul
E o leve com a cor do amor que sinto
Para que me deixes ser teu poeta
E compreenda que esse sopro do sul
É todo o meu verso nesse elo infinito
Que só nos transcende nessa linha direta.

Talvez os ventos me soprem
Para junto da felicidade mais densa
E nada me afastará do teu abraço,
Pois somente a ti quero amar
Com toda a força que me há no peito,
E nossa vida será envolta num eterno laço
E tu, minha querida, será o meu mar...
E juntos seremos a tradução do amor perfeito.
Márcio Ahimsa
Enviado por Márcio Ahimsa em 11/02/2007
Código do texto: T377748

Comentários

Sobre o autor
Márcio Ahimsa
São Paulo - São Paulo - Brasil
128 textos (4790 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/20 02:00)
Márcio Ahimsa