Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Esperança

Oh quão suave és tu,
Formosa esperança,
Mostras-te através,
Do sorriso da criança.

És almejada,
Por todos és esperada,
Aguardam-te e seguram-te,
Quando já és chegada.

Os corações que te perdem,
Buscam-te desesperados,
E sofrem se não te encontram,
Mas de esperar-te não se cansam.

E os corações que te têm,
Suspiram esperançosos,
Acreditam em possibilidades,
Ainda que remotas.

E pobres... Pobres,
Os que de ti descrêem,
Pois sem desejo de esperança,
Estão sem sonhos também.
poetadosol
Enviado por poetadosol em 12/02/2007
Código do texto: T379171

Comentários

Sobre o autor
poetadosol
Tatuí - São Paulo - Brasil, 32 anos
86 textos (9538 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/20 08:40)
poetadosol