Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tudo o que posso ser, quero.

Eu guardo.
Numa pressa que nem sei.
Eu não lido com as despedidas tão bem.
E qualquer até logo forma um furacão e desordena as coisas, todas.
Mas eu reparo que posso ser um pouco mais.
Tem muito querer pedindo pra ser e isso não nego.
Nem seria capaz de...
Mas todo pedido é um fechar dos olhos e um suspiro profundo que pede ainda mais.
Quero ser tudo o que posso, embora agora seja muito pouco.
Eu estou sendo.
E continuo assim.
Enquanto a música não para.
Tatiana Marques (Tath)
Enviado por Tatiana Marques (Tath) em 04/01/2019
Código do texto: T6542911
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Tatiana Marques (Tath)
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil, 32 anos
693 textos (24220 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/05/21 23:15)
Tatiana Marques (Tath)