Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ascenção

Não tinha muito o que fazer,

nem como lutar.

Só podia olhar

os seus olhos

lindos e grandes.

Estavam mais do que vivos no rosto dela.

Selvagens, tristes, duros, pulsantes.

Eles já viram a morte, o amor e

a peste em todas as suas formas.

Ainda assim, eles pediam algo tão básico,

algo parecido com carinho, talvez salvação.

Olhei para eles quase com medo e pensei:

"Puta merda, Deus, lá vamos nós de novo."

O Bêbado
Enviado por O Bêbado em 20/03/2021
Código do texto: T7211665
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
O Bêbado
Olinda - Pernambuco - Brasil, 32 anos
132 textos (3307 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/09/21 22:01)
O Bêbado