Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Última Vez




 Minha mãe que qual peixe
 vivia a nadar
fez-se pássaro quando morreu
só para vir despedir-se de mim ;
de alma para alma,
asas para asas
-e ela que foi minha casa de água
alçou vôo
e desapareceu
no azul absoluto
para não mais tornar...

Março,1996

 (publicado em meu  livro Asas de Água,Plurarts Editora, no
Re-In-sacando -Poesia número 7-Edição Poetas de Minas, organizado por
Rogério Salgado,em vários sites.) Com um abraço para as Mães de eterno plantão, as que estão para ser e a todos os filhos ,que perderam as suas e em qualquer idade viraram orfãozinhos saudosos...

Clevane
CAMPANHA PELOS DIREITOS
AUTORAIS:ENGROSSE
ESSE RIO!!!
clevane pessoa de araújo lopes
Enviado por clevane pessoa de araújo lopes em 27/07/2005
Código do texto: T38006


Comentários

Sobre a autora
clevane pessoa de araújo lopes
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 73 anos
555 textos (186509 leituras)
21 e-livros (13559 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/20 06:22)
clevane pessoa de araújo lopes