Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

idiota eu?


Hoje sem saber porque
Sentei-me á beira da calçada
Numa das ruas mais movimentadas
De minha cidade, então pensei.
O que irão pensar as pessoas.
Que passam e me vêem.
Aqui sentado feito um idiota.
Nada contra aos idiotas
Mas foi assim que, eu me senti.
Mas, fiquei por ali mesmo.
Até que, uma Senhora que passava.
Parou a meu lado, e perguntou-me.
Se eu estava me sentindo bem.
Eu lhe respondi que sim.
Ainda bem me disse ela.
E sentou-se a meu lado.
Porque será, que eu disse á mim mesmo.
Agora os idiotas, são dois.
E realmente, éramos dois idiotas.
Ali sentados arriscando a vida.
Porque poderíamos ser atropelados
Por algum motorista maluco
O silencio entre nós era intenso.
Ela, em meio ao silêncio me perguntou.
Diga-me uma coisa, você é maluco.
Porque será, mas eu tive a impressão.
Que, ela lia pensamentos.
Então respondi, isso é muito feio.
Ficar ai, lendo o pensamento dos outros.
Ela riu muito e disse: -maluca eu?
Malucos somos, nós os dois.
Aqui sentados, feito, dois idiotas.
Eu não me contive, levantei-me e disse.
Bem alto, aleluia, ela concorda comigo.
Ela levantou-se, abraçou-se a mim.
Para o espanto, de algumas pessoas.
Que sem entender nada, nos assistiam.

                          Volnei R. Braga
Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 23/07/2005
Código do texto: T37058
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 73 anos
2317 textos (154922 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/07/20 01:57)
Volnei Rijo Braga