Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A inconsciência do fenômeno


Foi-me dado consciência
De um mundo de aparências
Em que o caminhar
É solitário e divergênte
Foi me dado amor
Para ter forças
De eclodir num forte grito
Quebrando todo o véu
Da inconsciência intrínseca
E o que tinha o gosto de maçã ou mel,
Era em verdade puro gosto de fel
Foi-me dado um tempo
Sem noção do além do tempo
Escravizado por momentos
Ilusão voraz e sem contento
Dona de ignorar os sofrimentos
É... Tirando isso...
Tudo é,
Sem ter que se matar


Cesar Machado Sema
11-01-2018
Cesar Machado Sema
Enviado por Cesar Machado Sema em 11/01/2018
Reeditado em 22/01/2018
Código do texto: T6222967
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Cesar Machado Sema
Porto Seguro - Bahia - Brasil
755 textos (11783 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/20 03:32)
Cesar  Machado Sema