Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O pranto do vigário

Porque choras nascituro? Se o pranto é o estado
e o espírito ainda não te absorveu e por isso
eu sorrio e danço nas fábulas que não te conto
do vigário que sei exumar-se de minha comissura

© Luís Monteiro da Cunha
Luís Monteiro da Cunha
Enviado por Luís Monteiro da Cunha em 08/05/2006
Código do texto: T152321


Comentários

Sobre o autor
Luís Monteiro da Cunha
Portugal, 58 anos
36 textos (849 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/03/21 16:38)
Luís Monteiro da Cunha