Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Abolição

Hoje aboli alguns segredos,
Aboli também alguns medos e delírios...
Decretei, com a pena exata e cruel do destino
A abertura de um processo de libertação
da minha escravatura.

Exigi do meu futuro um abrandamento
Que não seja um fim, para o sofrimento
Ao menos que eu veja, que eu sinta
Um caminho a seguir, sem mentira, sem fintas
Uma estrada clara,ou uma forte viga
Não quero mais empurrar com a barriga.

Hoje aboli toda uma história de procuras cegas
Todo um passado de noites em trevas
Em negação de prazeres e fé.
Me permiti o direito de sonhar com futuros
De sair de subterrâneos, porões escuros
E na luz do dia, postar-me em pé.

Na ressaca da festa da libertação,
Me tornei consciente da minha verdade
Sou um livro aberto, minha própria ficção
A navegar o revolto mar da liberdade.
Odemilson Louzada Junior
Enviado por Odemilson Louzada Junior em 13/05/2010
Código do texto: T2254688
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Odemilson Louzada Junior
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 45 anos
299 textos (14057 leituras)
1 áudios (33 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/11/19 23:27)
Odemilson Louzada Junior