Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Analisando, meu baú de memórias!
Quantas tentativas fiz.
Eram tantas as incertezas,
No computo final
Tive mais acertos do que erros...

O que intriga
Foram, as oportunidades que perdi.
Por não ter arriscado...
Nunca poderei saber, se teria errado,
Ou quem, sabe, acertado!

A vida é uma grande incógnita!
Como a grande Esfinge de Gisé.
Decifra-me ou te devoro!
Tento um denominador comum
Encontrar, minha saída, nesse labirinto...

Uma vitória só é possível
Quando houver a batalha,
Ainda que do bem, contra o mal,
Respiro fundo nesse momento,
E para Deus vai meu pensamento.

Quantas vezes minhas lutas venci,
Outras tantas recuei.
Não por simples covardia...
Mas por entender que naquele momento,
Não era preciso, travar uma guerra...

Vencer uma disputa...
Tendo, um adversário mais fraco.
Não é um ato de heroísmo!
É uma luta inglória...
Que não tem o sabor da vitória!

Nadir D'Onofrio
21/06/2004
Santos SP






 
Nadir DOnofrio
Enviado por Nadir DOnofrio em 24/01/2005
Reeditado em 19/09/2018
Código do texto: T2326
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nadir DOnofrio
Serra Negra - São Paulo - Brasil
947 textos (98801 leituras)
147 áudios (13473 audições)
18 e-livros (4409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/18 15:51)
Nadir DOnofrio

Site do Escritor